Michael Archer e o que é arte?

Michael Archer em Arte Contemporânea uma história concisa, começa seu livro refletindo sobre como hoje parece não existir nenhum material em particular que seja reconhecido como material de arte, pois na contemporaneidade, além de tinta, metal e pedra, são utilizados ar, luz, som, palavras, pessoas, comidas e tantas outras coisas.


O autor afirma que é preciso abandonar o ponto de vista tradicional para que possamos classificar algo como arte, mas ao mesmo tempo, reflete sobre a dificuldade que existe em classificar atividades mundanas erroneamente.


Michael Archer começa seu livro pela Pop Art de 1960 e chega até a arte produzida na década de 1990. Desde então, tivemos décadas de uma arte que segue preceitos e raízes retratadas no livro.


A imagem é detalhe da obra O jantar, de Judy Chicago, de 1974-79.  

#arte #historiadaarte #artecontemporânea  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: