A cor que ganha o espaço em Hélio Oiticica

Você já teve a oportunidade de vivenciar uma das obras de Oiticica?   Em seu texto “A transição da cor do quadro para o espaço e o sentido de construtividade”, o artista Hélio Oiticica reflete sobre como a sua produção artística foi se transformando, principalmente sobre a sua transição do quadro para o espaço a partirContinuar lendo “A cor que ganha o espaço em Hélio Oiticica”

5 livros de História da Arte

Não sabe por onde começar a estudar história da arte? Hoje a dica são 5 livros de História da Arte que abordam o tema de maneira geral.Desde grandes manuais, onde temos história da arte da pré-história até a arte moderna, até livros de períodos mais específicos como o Vida dos Artistas de Vasari sobre oContinuar lendo “5 livros de História da Arte”

Mulheres artistas: Idade Média, Renascimento e Barroco

Essa semana nos stories do @lendoahistoriadaarte eu fiz um desafio! Os seguidores poderiam mandar períodos e movimentos de arte e eu repostaria com uma obra/artista. Resolvi publicar aqui também, pois encontrei verdadeiras joias da história da arte que eu desconhecia. IDADE MÉDIA Hildegard de Bingen (1098-1179) Foi monja beneditina, mística, compositora, naturalista, médica informal, poetisa,Continuar lendo “Mulheres artistas: Idade Média, Renascimento e Barroco”

Carmela Gross

LUZ + INTERVENÇÃO + ARQUITETURA + ESPAÇO São palavras-chave para pensar esse trabalho da artista brasileira Carmela Gross. Produzido na Galeria Vermelho em São Paulo em 2016, RAIO/LIGHTNING BOLT é uma grande lâmpada que atravessa o espaço da galeria. Eu adoro os trabalhos da Carmela Gross, e amo intervenção na arquitetura, e você? #art #arte #historiadaarte #históriadaarte #arthistory #artworkContinuar lendo “Carmela Gross”

Mulheres na Arte

Era livro sobre mulheres na arte que faltava? Estão aí 4 livros que tenho aqui em casa e são ótimos! Seja para pensar teoricamente o assunto, ou mesmo para aumentar o repertório de artistas e obras produzidas por mulheres. O apagamento da mulher na história da arte não é brincadeira… por muitos séculos a produçãoContinuar lendo “Mulheres na Arte”

Newsletter do Lendo a História da Arte

Eu adoro newsletter, tenho de todo tipo de assunto que recebo no meu e-mail, de museus, galerias, instituições, marcas, ongs, enfim… deu pra perceber que eu gosto de receber esse tipo de conteúdo. Por isso eu resolvi criar a minha própria newsletter, para enviar 1 x por mês um conteúdo selecionado com mais calma, praContinuar lendo “Newsletter do Lendo a História da Arte”

Repertório de imagens

Repertório de imagens a gente vai criando ao longo do tempo. Mas algumas vezes já me perguntaram de onde eu tiro alguns artistas pra mostrar, parece até que saiu da cartola. Não existe mágica, mas aqui vão algumas dicas pra aumentar ainda mais o seu: * Visitando exposições (sempre com segurança em tempos de pandemia);Continuar lendo “Repertório de imagens”

O homem sem qualidade caça palavras

Telas de caça palavras??? Temos! A artista Elida Tessler em seu trabalho “O homem sem qualidade caça palavras” foi baseado no romance “O homem sem qualidades” de Robert Musil. A frase afirmativa que dá nome ao livro levou a artista a destacar todos os adjetivos presentes no texto, o que resultou em 30301 palavras.  O trabalho reúne 134Continuar lendo “O homem sem qualidade caça palavras”

O problema do pintor

Padrões de intenção, a explicação histórica dos quadros do historiador da arte Michael Baxandall, foi seu oitavo livro, publicado originalmente em 1985.  Para o autor, é preciso pensar nas diretrizes do artista, e isso perpassa por pensar as circunstâncias nas quais a obra foi concebida, quem a encomendou, ou quem foi o mecenas, as relaçõesContinuar lendo “O problema do pintor”