O problema do pintor

Padrões de intenção, a explicação histórica dos quadros do historiador da arte Michael Baxandall, foi seu oitavo livro, publicado originalmente em 1985.  Para o autor, é preciso pensar nas diretrizes do artista, e isso perpassa por pensar as circunstâncias nas quais a obra foi concebida, quem a encomendou, ou quem foi o mecenas, as relaçõesContinuar lendo “O problema do pintor”

Arte é “qualquer coisa”

O artista catarinense Luiz Henrique Schwanke possuiu escritos onde pensa sobre o que é arte e seus processos.Para ele, arte era algo mental, do campo das ideias. E você, o que acha disso? Você encontra mais documentos escritos por ele no livro Percurso do círculo – SCHWANKE / séries, múltiplos e reflexões da editora Contraponto,Continuar lendo “Arte é “qualquer coisa””

O lado mais tenebroso

Mário de Andrade teria dito que se sentia assustado ao ver seu retrato feito pelo artista Flávio de Carvalho, pois mostrava seu lado mais tenebroso. Para o pesquisador Marcelo Moreschi essa frase atribuída a Mário de Andrade é na verdade apócrifa. Defende sua ideia e pesquisa no artigo “Mário de Andrade como ruína psicoetnográfica: oContinuar lendo “O lado mais tenebroso”

Os ossos do mundo

Você sabia que o artista Flávio de Carvalho também incursionou na escrita?Os ossos do mundo é uma publicação que inclui reflexões sobre isso mesmo, o mundo, a sociedade, as visões do artista sobre as coisas. No prefácio do livro, Flávio de Carvalho conta que ele foi feito sob encomenda, e que depois a editora queContinuar lendo “Os ossos do mundo”

Um Parthenon de livros!!!

Você já imaginou um Parthenon todo de livros? Pois essa é a obra da artista Marta Minujín, produzida em 1983 na Argentina. A obra foi construída usando uma estrutura de 30 metros de comprimento por 12 metros de altura. Tinha 20 mil livros ali!!! Minujín escolheu livros que haviam sido banidos durante a ditadura militarContinuar lendo “Um Parthenon de livros!!!”

Rembrandt

Eu simplesmente amo esse pequeno livro de Jean Genet sobre Rembrandt (1606-1669)! É uma biografia poética e cheia de reflexões. Imagem: Autorretrato, 1659, Rembrandt van Rijn #art #arte #historiadaarte #históriadaarte #arthistory #artwork #obradearte #artista #pintura #escultura #museudearte #museu #museum #artist #artgallery #painting #artecontemporânea #contemporaryart #artemoderna #artist    #rembrandt #jeangenet 

Flying books de Christian Boltanski

Você já imaginou livros voadores por todo um espaço de biblioteca vazio? O artista francês Christian Boltanski sim! Em homenagem ao escritor argentino Jorge Luis Borges, em 2012, a biblioteca desativada que leva o nome do escritor, foi palco de um site-specific de Boltanski. A partir de hoje, vou começar a compartilhar aqui algumas obrasContinuar lendo “Flying books de Christian Boltanski”

Sobre a memória

Vocês ficam nostálgicos nessa época do ano? Costumam tirar um tempinho pra rememorar como foi o ano, o que aconteceu com você?Eu adoro fazer esse tipo de balanceamento, relembrando coisas que aconteceram e pensando no que eu aprendi esse ano. #art #arte #historiadaarte #históriadaarte #arthistory #artwork #obradearte #artista #pintura #escultura #museudearte #museu #museum #artist #artgalleryContinuar lendo “Sobre a memória”

O diário de Frida Kahlo

Você sabia que foi publicado em formato de livro O diário de Frida Kahlo? Em seu diário, a artista mexicana conta um pouco de sua vida, seus dias, suas relação com a arte. Para além do apelo comercial/mercadológico que se instaurou em torno de suas obras, você conhece as obras de Frida Kahlo? Você podeContinuar lendo “O diário de Frida Kahlo”

A arte de viajar

Alain de Botton fala em seu livro A arte de viajar, que os artistas (de qualquer modalidade) fazem um processo de simplificação do mundo para nós, de uma seleção que se manifesta em sua imaginação.  Afirma que a narrativa da vida é, por vezes, tediosa, cheia de repetições, mas na arte encontramos imaginações que eliminamContinuar lendo “A arte de viajar”