Os ossos do mundo

Você sabia que o artista Flávio de Carvalho também incursionou na escrita?Os ossos do mundo é uma publicação que inclui reflexões sobre isso mesmo, o mundo, a sociedade, as visões do artista sobre as coisas. No prefácio do livro, Flávio de Carvalho conta que ele foi feito sob encomenda, e que depois a editora queContinuar lendo “Os ossos do mundo”

5 dicas para metas de leitura!

Ano passado muita gente respondeu uma enquete na página do @lendoahistoriadaarte no Instagram dizendo que fazia metas de leitura, para logo em seguida afirmar que não estava satisfeito com as leituras do ano. Você já pensou em suas metas de leitura de 2021? Acha que é necessário para você, no seu processo de aprendizagem? Esse post é paraContinuar lendo “5 dicas para metas de leitura!”

A memória é curiosa

Em seu livro Esboço para um autorretrato, Bernard Berenson (historiador da arte) reflete sobre a memória. Compara a memória a uma pilha de negativos fotográficos, diz que em seus melhores anos, esses negativos se apresentavam espontaneamente, mas agora, ignoram os seus pedidos. #art #arte #historiadaarte #históriadaarte #arthistory #artwork #obradearte #artista #pintura #escultura #museudearte #museu #museumContinuar lendo “A memória é curiosa”

Sobre a memória

Vocês ficam nostálgicos nessa época do ano? Costumam tirar um tempinho pra rememorar como foi o ano, o que aconteceu com você?Eu adoro fazer esse tipo de balanceamento, relembrando coisas que aconteceram e pensando no que eu aprendi esse ano. #art #arte #historiadaarte #históriadaarte #arthistory #artwork #obradearte #artista #pintura #escultura #museudearte #museu #museum #artist #artgalleryContinuar lendo “Sobre a memória”

Profusão de imagens!

Para André Malraux, hoje temos uma profusão tão grande de imagens à nossa disposição, que deixamos qualquer coleção de museu parecer pequena. Esse seria o início de seu pensamento sobre o museu imaginário! Você já parou para pensar que hoje conhecemos muito mais imagens do que Vasari, Warburg, Winckelmann, Benjamin, etc…??? O que fazemos comContinuar lendo “Profusão de imagens!”

Museus + obra de arte

André Malraux em seu livro O museu imaginário escreve logo na introdução que achamos difícil pensar num mundo sem museus, pois eles mudaram a maneira como nos relacionamos com as obras de arte. Para o autor, os museus contribuíram para liberar a função da obra de arte, transformando em quadros até mesmo os retratos.Ou seja,Continuar lendo “Museus + obra de arte”

O diário de Frida Kahlo

Você sabia que foi publicado em formato de livro O diário de Frida Kahlo? Em seu diário, a artista mexicana conta um pouco de sua vida, seus dias, suas relação com a arte. Para além do apelo comercial/mercadológico que se instaurou em torno de suas obras, você conhece as obras de Frida Kahlo? Você podeContinuar lendo “O diário de Frida Kahlo”

A arte de viajar

Alain de Botton fala em seu livro A arte de viajar, que os artistas (de qualquer modalidade) fazem um processo de simplificação do mundo para nós, de uma seleção que se manifesta em sua imaginação.  Afirma que a narrativa da vida é, por vezes, tediosa, cheia de repetições, mas na arte encontramos imaginações que eliminamContinuar lendo “A arte de viajar”

Pequeno manual antirracista

Esse aqui não é mais um livro de arte, mas quero compartilhar aqui minhas primeiras impressões. Meu livro chegou ontem e eu já estou quase acabando. É daqueles livros que a gente devora rapidinho. Traz fatos, pesquisas, pontua questões e faz a gente refletir sobre nosso lugar de privilégio na sociedade (falo por mim pessoaContinuar lendo “Pequeno manual antirracista”