A cor que ganha o espaço em Hélio Oiticica

Você já teve a oportunidade de vivenciar uma das obras de Oiticica? 


 Em seu texto “A transição da cor do quadro para o espaço e o sentido de construtividade”, o artista Hélio Oiticica reflete sobre como a sua produção artística foi se transformando, principalmente sobre a sua transição do quadro para o espaço a partir de 1959.

A cor em Oiticica extrapola a moldura da pintura e ganha cada vez mais o espaço, usando este como um elemento ativo, vivo!


Essa citação está no livro Escritos de Artistas anos 60/70 com organização de Glória Ferreira e Cecilia Cotrim, Editora Zahar, compre o seu em: https://amzn.to/3py92Vo

#art #arte #historiadaarte #históriadaarte #arthistory #artwork #obradearte #artista #pintura #escultura #museudearte #museu #museum #artist #artgallery #artecontemporânea #contemporaryart #artist #clubedeleitura #artebrasileira #oiticica #heliooiticica #artenobrasil

5 livros de História da Arte

Não sabe por onde começar a estudar história da arte?

Hoje a dica são 5 livros de História da Arte que abordam o tema de maneira geral.Desde grandes manuais, onde temos história da arte da pré-história até a arte moderna, até livros de períodos mais específicos como o Vida dos Artistas de Vasari sobre o renascimento ou mesmo o Arte Moderna de Argan, onde o título é autoexplicativo.

Adquira o seu aqui: https://amzn.to/3ar89aO
adquira o seu aqui: https://amzn.to/2YzgUdK
adquira o seu aqui: https://amzn.to/3oxkiQI
adquira o seu aqui: https://amzn.to/3cs4Q64


#art #arte #historiadaarte #históriadaarte #arthistory #artwork #obradearte #artista #pintura #escultura #museudearte #museu #museum #artist #artgallery #artecontemporânea #contemporaryart #artist #clubedeleitura #livrodearte #argan #vasari #gombrich #wolfflin

Guerrilla Girls

Semana passada eu falei sobre mulheres na arte, ainda sobre isso, trago mais sobre o assunto:
O grupo Guerrilla Girls surgiu em 1985 na cidade de Nova York, Estados Unidos, com uma série de cartazes que questionavam a reduzida presença de mulheres artistas em uma exposição no MoMA. A mostra tinha o objetivo de fazer um recorte dos principais artistas do momento, incluindo 17 países, mas dos 165 artistas apresentados, apenas 13 eram mulheres.

The Advantages Of Being A Woman Artist 1988 Guerrilla Girls null Purchased 2003 http://www.tate.org.uk/art/work/P78796


A partir de então,uma série de outras ações e questionamentos foram levantados pelo GuerrillaGirls.

Um de seus cartazes mais famosos The advantages of being a Woman artist (As vantagens de ser uma artista mulher), de1988 onde listam uma série de tópicos como:


trabalhar sem a pressão pelo sucesso; poder descansar do universo da arte nos seus outros 4 empregos; saber que não importa o tipo de arte que você faça, ela sempre será rotulada como feminina; ter a oportunidade de escolher entre sua carreira e a maternidade; ser incluída em versões revisadas da história da arte etc.


Você já conhecia a atuação do Guerrilla Girls?

Quer conhecer mais, esse aqui é o site do grupo: https://www.guerrillagirls.com/

Mulheres artistas: Idade Média, Renascimento e Barroco

Essa semana nos stories do @lendoahistoriadaarte eu fiz um desafio! Os seguidores poderiam mandar períodos e movimentos de arte e eu repostaria com uma obra/artista.

Resolvi publicar aqui também, pois encontrei verdadeiras joias da história da arte que eu desconhecia.

IDADE MÉDIA

Hildegard de Bingen (1098-1179)

Foi monja beneditina, mística, compositora, naturalista, médica informal, poetisa, dramaturga, escritora alemã. Também é uma santa da Igraja Católica.

AND ilustrou um livro de Iluminuras chamado Líber divinorum operorum (Livro das divinas obras).

Ela foi uma importante figura do pensamento medieval!

Eu gostei tanto de encontrar Hildegard que coloquei no link aqui de um artigo sobre ela: “Mulheres intelectuais na idade média: Hildegarda de Bingen – entre a medicina, a filosofia e a mística”

Acesse o link pra conhecer mais sobre ela!

RENASCIMENTO

Plautilla Nelli (fLORENÇA, 1524-1588)

Foi uma  freira e pintora italiana.

Nelli produzia pinturas e iluminuras, e pelas informações talvez tenha até supervisionando um estúdio no convento com até oito freiras!

Nas imagens acima as seguintes obras:

Plautilla Nelli, A Última Ceia, c.1570s, 6,7 m de comprimento, feita para seu Convento de Santa Caterina, Florença.

Plautilla Nelli (e oficina?), Santa Catarina com Lírio , c.1550s – 1560s, óleo sobre tela. 38 x 37,5 cm (Galeria Uffizi, Florença) 

BARROCO

Clara Peeters (1607-1621)

Foi uma pintora flamenga,  foi uma pioneira no gênero da natureza morta e uma das poucas mulheres ativas como pintora profissional no início da Europa moderna.

Muita natureza-morta, e o que mais gostei: os detalhes!!!  Ela colocava reflexos dela mesma nos objetos!

Na imagem acima, a obra e seu detalhe: Still Life with Flowers, a Silver-gilt Goblet, Dried Fruit, Sweetmeats, Bread sticks, Wine and a Pewter Pitcher, 1611. 

Carmela Gross

LUZ + INTERVENÇÃO + ARQUITETURA + ESPAÇO

São palavras-chave para pensar esse trabalho da artista brasileira Carmela Gross.


Produzido na Galeria Vermelho em São Paulo em 2016, RAIO/LIGHTNING BOLT é uma grande lâmpada que atravessa o espaço da galeria.


Eu adoro os trabalhos da Carmela Gross, e amo intervenção na arquitetura, e você?

#art #arte #historiadaarte #históriadaarte #arthistory #artwork #obradearte #artista #pintura #escultura #museudearte #museu #museum #artist #artgallery #artecontemporânea #contemporaryart #artist #clubedeleitura #carmelagross #galeriavermelho

Mulheres na Arte

Era livro sobre mulheres na arte que faltava? Estão aí 4 livros que tenho aqui em casa e são ótimos! Seja para pensar teoricamente o assunto, ou mesmo para aumentar o repertório de artistas e obras produzidas por mulheres.

Adquira aqui: https://amzn.to/2YA3FJK

O apagamento da mulher na história da arte não é brincadeira… por muitos séculos a produção feminina foi tida como amadora pelo meio artístico. Além de ser difícil ser aceita como artista mulher, existiu muitos casos de mulheres produzindo e homens assinando suas obras, sejam os pais, irmãos, maridos ou amantes…


A partir do século XX, com a maior atuação das mulheres também no mercado de trabalho de arte, as críticas, historiadoras, artistas, começaram a olhar para trás para a história da arte e pensar… cadê as artistas mulheres nisso tudo?


#art #arte #historiadaarte #históriadaarte #arthistory #artwork #obradearte #artista #pintura #escultura #museudearte #museu #museum #artist #artgallery #artecontemporânea #contemporaryart #artist #clubedeleitura #artebrasileira #artefeminina #mulheresartistas 

Newsletter do Lendo a História da Arte

Eu adoro newsletter, tenho de todo tipo de assunto que recebo no meu e-mail, de museus, galerias, instituições, marcas, ongs, enfim… deu pra perceber que eu gosto de receber esse tipo de conteúdo.


Por isso eu resolvi criar a minha própria newsletter, para enviar 1 x por mês um conteúdo selecionado com mais calma, pra que você possa guardar no seu e-mail, para ler no seu tempo.

A newsletter do Lendo a História da Arte vai ser assim:

1 vez por mês (até o dia 15), vou enviar um email que vai ter um tema e vai nortear o conteúdo. O tema de fevereiro é Lendo Vidas dos Artistas, sim, o livro de Giorgio Vasari.

Na Newsletter eu vou escrever um pouquinho sobre o livro e escolhi um dos artistas que estão no livro para mandar mais um pouquinho de informação.

Qual será que vai ser?

Também vou colocar o link de um artigo que agregue informação sobre o assunto e selecionar 1 post aqui da página para incluir no final do e-mail.


Eu estou bem entusiasmada com esse projeto.


Se você quer receber o e-mail se inscreva no link aqui:

Processando…
Sucesso! Você está na lista.

Repertório de imagens

Repertório de imagens a gente vai criando ao longo do tempo. Mas algumas vezes já me perguntaram de onde eu tiro alguns artistas pra mostrar, parece até que saiu da cartola.

Não existe mágica, mas aqui vão algumas dicas pra aumentar ainda mais o seu:

* Visitando exposições (sempre com segurança em tempos de pandemia);

* Comprando catálogos de exposição (daquelas que você foi ou não);

* Fotografando ou anotando os nomes das obras que te chamaram atenção no museu;

* Estudando de livros e artigos;

* Assistindo aulas;

* Na internet, redes sociais, em perfis de arte, de museus que você gosta, galerias, artistas, gente que compartilha arte que nem aqui;

* Assinando newsletter de museus e galerias.


Essas são ações que eu tomei nessa minha vida pelo mundo da arte e sempre me ajudou. Conta pra mim o que mais você faz pra ter cada vez mais repertório de arte?

O homem sem qualidade caça palavras

Telas de caça palavras??? Temos!

A artista Elida Tessler em seu trabalho “O homem sem qualidade caça palavras” foi baseado no romance “O homem sem qualidades” de Robert Musil. A frase afirmativa que dá nome ao livro levou a artista a destacar todos os adjetivos presentes no texto, o que resultou em 30301 palavras. 

O trabalho reúne 134 telas de algodão cru, sendo que em cada uma encontram-se 40 adjetivos em meio a um quadro de caça-palavras. 

Quero ver você encontrar algum!

A obra conta ainda com 2 exemplares da obra de Robert Musil, um intacto, sem rasuras, e outro rasurado nos adjetivos.

#art #arte #historiadaarte #históriadaarte #arthistory #artwork #obradearte #artista #pintura #escultura #museudearte #museu #museum #artist #artgallery #artecontemporânea #contemporaryart #artist #clubedeleitura #elidatessler 

O problema do pintor

Padrões de intenção, a explicação histórica dos quadros do historiador da arte Michael Baxandall, foi seu oitavo livro, publicado originalmente em 1985. 

Para o autor, é preciso pensar nas diretrizes do artista, e isso perpassa por pensar as circunstâncias nas quais a obra foi concebida, quem a encomendou, ou quem foi o mecenas, as relações de mercado, a cultura, a ciência e filosofia da época, as obras que vieram antes, seja do mesmo artista ou de outros, enfim, uma série de questões que levantam informações e fazem uma leitura da obra. Pensando as diretrizes somos capazes de entender qual foi o problema do artista e como ele o resolveu em sua obra.

Na imagem: Paul Cézanne

#art #arte #historiadaarte #históriadaarte #arthistory #artwork #obradearte #artista #pintura #escultura #museudearte #museu #museum #artist #artgallery #painting #artecontemporânea #contemporaryart #artemoderna #artist