Profusão de imagens!

Para André Malraux, hoje temos uma profusão tão grande de imagens à nossa disposição, que deixamos qualquer coleção de museu parecer pequena. Esse seria o início de seu pensamento sobre o museu imaginário!


Você já parou para pensar que hoje conhecemos muito mais imagens do que Vasari, Warburg, Winckelmann, Benjamin, etc…???


O que fazemos com tanta profusão de imagens?

Na imagem: Série de fotografia de Thomas Struth, Museum Photographs, Museu do Prado, 2005-2009. 

#art #arte #historiadaarte #históriadaarte #arthistory #artwork #obradearte #artista #pintura #escultura #museudearte #museu #museum #artist #artgallery #painting #artecontemporânea #contemporaryart #artemoderna #artist #malraux   

Museus + obra de arte

André Malraux em seu livro O museu imaginário escreve logo na introdução que achamos difícil pensar num mundo sem museus, pois eles mudaram a maneira como nos relacionamos com as obras de arte.


Para o autor, os museus contribuíram para liberar a função da obra de arte, transformando em quadros até mesmo os retratos.
Ou seja, as obras que antes tinham uma razão de ser como um vaso, uma ânfora, uma pintura religiosa para adorar, educar, um retrato para guardar na lembrança os entes queridos, para edificar figuras religiosas ou aristocráticas… perdem o primeiro sentido e se transformam em arte como entendemos hoje ao fazerem parte da coleção do museu.


Você já tinha parado pra pensar nos objetos depositados nos museus de arte?

Na imagem: Série de fotografia de Thomas Struth, Museum Photographs, Art Institute of Chicago II, 1990.


#art #arte #historiadaarte #históriadaarte #arthistory #artwork #obradearte #artista #pintura #escultura #museudearte #museu #museum #artist #artgallery #painting #artecontemporânea #contemporaryart #artemoderna #artist #malraux 

Os museus de arte que amamos – Internacional

Essa semana foi nossa batalha de museus internacionais lá na página do instagram do lendo: @lendoahistoriadaarte e esses foram alguns dos museus mais votados!

Qual o seu desejo de viagem? Qual deles quer conhecer e qual já conheceu?


O meu maior desejo continua sendo a Galeria Uffizi em Florença, aliás, Florença como um todo é o topo da minha #wishlist do mundo das artes!


#art #arte #historiadaarte #históriadaarte #arthistory #artwork #obradearte #artista #pintura #escultura #museudearte #museu #museum #artist #artgallery #painting #artecontemporânea #contemporaryart #artemoderna #artist #tatemodern #uffizi #moma #malba #louvre #galleriadegliuffizzi #london #newyork #artelatinoamericana 

O diário de Frida Kahlo

Você sabia que foi publicado em formato de livro O diário de Frida Kahlo? Em seu diário, a artista mexicana conta um pouco de sua vida, seus dias, suas relação com a arte.

Para além do apelo comercial/mercadológico que se instaurou em torno de suas obras, você conhece as obras de Frida Kahlo?

Você pode adquirir o Diário de Frida Kahlo aqui na Amazon: https://amzn.to/36Q3cry


#art #arte #historiadaarte #históriadaarte #arthistory #artwork #obradearte #artista #pintura #escultura #museudearte #museu #museum #artist #artgallery #painting #artecontemporânea #contemporaryart #artemoderna #artist    #fridakahlo #kahlo #diário 

Os museus de arte que amamos – BRASIL

Essa semana eu fiz a batalha dos museus de arte nos stories do Instagram do nosso clube de leitura https://www.instagram.com/lendoahistoriadaarte/, e esses foram os museus mais votados pelo público que participou.


Você tem alguma história pra contar de algum deles?


Quando eu visitei Inhotim eu andei, andei, andei por 2 dias e não conseguia parar de me maravilhar com aquele lugar. No MAC USP eu me emocionei vendo as obras de Flávio de Carvalho e depois vendo Transarquitetônica de Henrique Oliveira. O MON de Curitiba tem um lugar quentinho no meu coração pois foi a primeira viagem de estudos que fiz na graduação.A Fundação Iberê Camargo está sempre nos meus planos quando visito minha irmã que mora no RS.

No MAM SP eu vi exposições maravilhosas sempre que ia do lado conferir a Bienal. A Pinacoteca e o MAR Rio tem aqueles acervos de deixar a gente encantado em cada visita, arte brasileira pra conhecer nossas histórias. E o MASP foi uma visão incrível quando eu subi os altos da Avenida Paulista pela primeira vez. 


E a sua história com os museus de arte, qual é?

A arte de viajar

Alain de Botton fala em seu livro A arte de viajar, que os artistas (de qualquer modalidade) fazem um processo de simplificação do mundo para nós, de uma seleção que se manifesta em sua imaginação. 

Afirma que a narrativa da vida é, por vezes, tediosa, cheia de repetições, mas na arte encontramos imaginações que eliminam o tédio, dirigindo nossa atenção a alguns momentos, “sem mentir nem enfeitar”, conferindo vida à eles.

Na imagem: Edward Hopper, Cafeteria automática, 1927

Pequeno manual antirracista

Esse aqui não é mais um livro de arte, mas quero compartilhar aqui minhas primeiras impressões.

Meu livro chegou ontem e eu já estou quase acabando. É daqueles livros que a gente devora rapidinho.

Traz fatos, pesquisas, pontua questões e faz a gente refletir sobre nosso lugar de privilégio na sociedade (falo por mim pessoa branca).

Faz a gente refletir sobre o que pode fazer para a causa antirracista.

Um ótimo livro para quem não sabe por onde começar a pensar sobre racismo ou mesmo para aqueles que já estão engajados, mas querem olhares precisos sobre o tema.

Diante de tão boas reflexões, deixo uma aqui:

“Vejam cores, somos diversos e não há nada de errado nisso – se vivemos relações raciais, é preciso falar sobre negritude e também sobre branquitude.” Djamila Ribeiro, p.30

Adquira o seu pelo link:

https://amzn.to/3fJ2rmV

O espaço na arte contemporânea

Alberto Tassinari em seu livro O espaço Moderno escreve sobre a comunicação entre o espaço do mundo em comum e o espaço em obra.

Diz que o espaço do mundo em comum, o espaço que habitamos, é também o espaço da obra quando a obra está inserida no mundo e requisita parte dele para existir. Isso acontece em obras como intervenções e instalações, por exemplo.

E você, já havia parado para pensar assim?

O livro O espaço moderno de Alberto Tassinari, como o título já diz, se dedica a pensar as questões da arte relativas ao espaço. E, logo na introdução, define em duas fases a história do espaço da arte moderna: uma fase de formação seguida de uma fase de desdobramento. 

Diz que não se trata apenas de nomes, mas que “uma possível arte pós-moderna encerraria o ciclo da arte moderna” e que o que ele defende é a continuidade da arte moderna. Então, a arte moderna para Tassinari, não teria acabado, mas teria mudado de uma fase de formação para outra de desdobramento.

E você, concorda com o autor?

Minha edição da foto é da CosacNaify de 2001.
#art #arte #historiadaarte #históriadaarte #arthistory #artwork #obradearte #artista #pintura #escultura #museudearte #museu #museum #artist #artgallery #painting #artecontemporânea #contemporaryart #artemoderna #artist #espaço #livrodearte 

Arte e inutilidade por Leminski

https://amzn.to/35gMsZN

“O indispensável in-útil

As pessoas sem imaginação estão sempre querendo que a arte sirva para alguma coisa. Servir. Prestar. O serviço militar. Dar lucro. Não enxergam que a arte (a poesia é arte) é a única  chance que o homem tem de vivenciar a experiência de um mundo da liberdade, além da necessidade. As utopias, afinal de contas, são, sobretudo, obras de arte. E obras de arte são rebeldias.
A rebeldia é um bem absoluto. Sua manifestação na linguagem chamamos poesia, inestimável inutensílio.
As várias prosas do cotidiano e do(s) sistema(s) tentam domar a megera.
Mas ela sempre volta a incomodar.
Com o radical incômodo de uma coisa in-útil num mundo onde tudo tem que dar um lucro e ter um por quê.
Pra quê por quê?”

LEMINSKI, Paulo. Ensaios e Anseios Crípticos. Curitiba: Pólo Editorial do Paraná, 1997, p.78-79.

#art #arte #historiadaarte #históriadaarte #arthistory #artwork #obradearte #artista #pintura #escultura #museudearte #museu #museum #artist #artgallery  #frases #frasesinspiradoras   #painting #artecontemporânea #contemporaryart #artemoderna #artist  #leminski #pauloleminski