Origem das duas Fridas

= Lembranças =

Eu devia ter seis anos quando vivi intensamente a amizade imaginária com uma garota mais ou menos da mesma idade.

Na janela do que então era meu quarto, dando para a rua de Allende sobre um dos vidros mais baixos da janela, eu soprava meu “bafo”. E com um dedo desenhava uma “porta”……..

Por essa “porta” eu saía na imaginação, com grande alegria e muita pressa, cruzava o amplo terreno que dali eu via até chegar a minha leiteira que se chamava PINZÓN…O de PINZÓN e descia impetuosamente às entranhas da terra, onde “minha amiga imaginária” estava sempre à minha espera. 

Não me lembro da sua imagem nem da sua cor. Sei, porém, que era alegre – que ria muito.

Silenciosamente. Era ágil. e dançava como se não tivesse peso nenhum. Observava os seus movimentos e enquanto ela dançava eu lhe contava os meus problemas secretos. 

Quais? Não me lembro. Mas minha voz bastava para que ela soubesse tudo de mim…

*Trecho de O Diário de Frida Kahlo, sobre a origem da obra As duas Fridas.
#fridakahlo #arte #pintura #artista #asduasfridas  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: